Notícias da Diocese

COMISSÃO PILAR DA CARIDADE REALIZA AÇÕES JUNTO ÀS PESSOAS E GRUPOS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL E ECONÔMICA

Na última Assembleia Diocesana de Pastoral, ocorrida no dia cinco (05) de dezembro de 2020, a Diocese de Caicó reunida com os representantes do Clero, religiosas, seminaristas, leigos e a Comissão Diocesana de Pastoral estudou as Diretrizes da Ação Evangelizadora do Brasil para os próximos quatro anos, 2019-2023, que se fundamentam em quatro pilares: PALAVRA, PÃO, CARIDADE E MISSÃO, e  expressa o que a Igreja quer viver nesse período.

O nosso Regional Ne 2 escolheu para ser trabalhado o Pilar da Palavra. No entanto, a nossa Diocese de Caicó, escolheu trabalhar os quatro (04) Pilares, PALAVRA, PÃO, CARIDADE E MISSÃO e para cada Pilar foi formada uma comissão para estar à frente dos trabalhos.

Todas essas comissões estão trabalhando, como é o caso da Comissão para o PILAR DA CARIDADE e  junto a Comissão Diocesana para a Ação Social e Transformadora que tem como PRIMEIRA PRIORIDADE,  consolidar a Campanha “O Seridó tem Sede de Solidariedade” na Diocese de Caicó, como gesto concreto de partilha com as Pastorais e Serviços Sociais.

VEJA O QUE JÁ ESTÁ SENDO CONCRETIZADO:

PILAR DA CARIDADE

Prioridade I: Consolidar a Campanha “O Seridó te Sede de Solidariedade” na Diocese de Caicó, como gesto concreto de partilha com as Pastorais e Serviços Sociais.

A Diocese de Caicó, através da Comissão Diocesana para a Ação Social e Transformadora, realiza ações permanentes de formação, mobilização, organização e acompanhamento às pessoas e grupos em situação de vulnerabilidade social e econômica, por meio das Pastorais, Serviços e Movimentos Sociais.

Ações da Cáritas Diocesana de Caicó:

Ação Emergencial da Diocese de Caicó: “O Seridó tem sede de solidariedade” É tempo de Cuidar. Uma campanha juntamente com as Paróquias, Pastorais e Serviços Sociais da Diocese de Caicó, para doação de cestas básicas e kits de higiene pessoal, para famílias em situação de extrema vulnerabilidade socioeconômica da região do Seridó, no contexto da pandemia do Coronavírus.

  • Foram entregues no período de 01 de abril e 24 de maio, 2.282 cestas básicas, totalizando 23.961 kg alimentos, distribuídos da seguinte forma:
  • 902 cestas – famílias acompanhadas pela Pastoral da Criança nas paróquias de Santo Estevão Diácono – Caicó, Nossa Senhora dos Aflitos – Jardim de Piranhas, Divino Espírito Santo – Ouro Branco, Nossa Senhora da Conceição – Jardim de Piranhas, São Sebastião – Parelhas, São José – São José do Seridó, Nossa Senhora da Guia – Acari, São Francisco, Imaculada Conceição e Santana – Currais Novos, São Vicente Férrer – São Vicente, São Sebastião – Florânia, Sã Francisco de Assis – Tenente Laurentino Cruz, São João Batista – Cerro Corá e Comunidade São Pedro (Paróquia de Santana – Santana do Matos – Arquidiocese de Natal);
  • 132 cestas – famílias acompanhadas pela Sociedade de São Vicente de Paulo (Vicentinos) e Associação Internacional de Caridade (AIC), na paróquias de Nosso Senhora de Fátima, São José, Santa Cruz, São Francisco e Santo Estevão Diácono em Caicó;
  • 89 cestas – catadores e catadoras de materiais recicláveis das São Sebastião de Jucurutu, Nossa Senhora da Guia – Acari, Santana – Santana do Seridó, Santa Cruz e São Francisco – Caicó;
  • 200 cestas – famílias da Diocese de Mossoró (cidades de Pilões, Serrinha dos Pintos, Alexandria e Mossoró);
  • 500 cestas – famílias da Arquidiocese de Natal (Nísia Floresta, Ceara-Mirim, Natal e João Câmara);
  • 62 cestas – famílias acompanhadas pela Casa de Apoio aos Portadores de Câncer do Grupo Reviver em Caicó.
  • 30 cestas – famílias acompanhadas pela Associação Das Pessoas Com Deficiência e Amigos de Caicó (APDAC);
  • 25 cestas – famílias acompanhadas pela de Paróquia de São José – Caicó;
  • 70 cestas – famílias acompanhadas pela de Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios – Cruzeta;
  • 50 cestas – famílias acompanhadas pela Paróquia São João Batista – Cerro Corá;
  • 25 cestas – famílias acompanhadas pelo CRAS – Paróquia de São José – São José do Seridó;
  • 50 cestas – famílias acompanhadas pela Paróquia de Nossa Senhora do Ó – Serra Negra do Norte
  • 25 cestas – famílias acompanhadas pela acompanhadas pelo CRAS – Paróquia de Nossa Senhora da Conceição – Jardim do Seridó;
  • 05 cestas – Abrigo de Pessoa Idosas – Palácio da Sabedoria – Paróquia de São José – São José do Seridó;
  • 72 cestas – Catequistas das Paróquias de: Nossa Senhora dos Remédios – Cruzeta, Nossa Senhora da Guia – Acari, Santana – Currais Novos, Nossa Senhora do Ó – Serra Negra do Norte, Nossa Senhora dos Aflitos – Jardim de Piranhas, São Sebastião – Equador, São Sebastião – Parelhas, São Francisco de Assis – Lagoa Nova, São João Batista – Cerro Corá, Nossa Senhora do Patrocínio – São Fernando;
  • 20 cestas – Grupo de Mulheres Flor de Cactus – João XXIII – Paróquia de São Francisco – Caicó;
  • 11 cestas – Grupo de Mulheres Flores do Seridó – Frei Damião – Paróquia de Santa Cruz – Caicó;
  • 15 cestas – Grupo de Mulheres do Itans – Paróquia de Santo Estevão Diácono;
  • 59 cestas – famílias da cidade de Caicó que procuraram ajuda no Centro Pastoral Dom Wagner;
  • 15 cesta – Grupos de Artesãs de Currais Novos – Paróquia da Imaculada Conceição.

  • Acompanhamento técnico apoio há 16 grupos, totalizando 200 catadores e catadoras de material recicláveis: nas cidades de: Caicó, Parelhas, Currais Novos, Santana do Seridó, Lagoa Nova, São José do Seridó, Carnaúba dos Dantas, Jardim do Seridó, Jardim de Piranhas, Ipueira, Jucurutu, Bodó, Cerro Corá, Florânia, Ouro Branco e Acari.

  • Entrega de 60 Cesta Básica a Grupos/Comunidades Ciganas, totalizando 661 kg de alimentos:
  • 05 cestas – Paróquia de São Vicente Ferrer – São Vicente;
  • 10 cestas – Paróquia de São Sebastião – Florânia;
  • 18 cestas – Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios – Cruzeta;
  • 12 cestas – Paróquia da Imaculada – Currais Novos;
  • 18 cestas – Paróquia de São Sebastião – Equador.

  • Acompanhamento de 06 Grupos de Mulheres:
  • Comunidade Quilombola Negros da Macambira, Comunidade São Francisco e Comunidade Umarizeiro – Paróquia de São Francisco de Assis – Lagoa Nova;
  • Grupo de Mulheres Flor de Cactus – João XXIII – Paróquia de São Francisco – Caicó;
  • Grupo de Mulheres Flores do Seridó – Frei Damião – Paróquia de Santa Cruz – Caicó;
  • Grupo de Mulheres do Itans – Paróquia de Santo Estevão Diácono.

  • Execução e acompanhamento do programa de Aluguel Social para Mulheres em Situação de Violência, Famílias em Situação de Rua e Famílias Refugiadas, Apátridas e Migrantes, totalizando 96 famílias, distribuídas da seguinte forma:
  • 04 Mulheres em Situação de Violência, nas cidades de Caicó, Natal e Parnamirim;
  • 56 Famílias em Situação de Rua, nas cidades do Natal e de Parnamirim;
  • 36 Famílias Refugiadas, Apátridas e Migrantes, nas cidades do Natal e de Mossoró.

  • Execução e acompanhamento do projeto: Tecnologias Sociais para Promoção da Autonomia das Mulheres do Semiárido:
  • 16 Famílias na Comunidade Bulandeira – Paróquia de São Sebastião – Equador;
  • 30 Famílias na Comunidade São Francisco, Comunidade Quilombola Negros da Macambira e Comunidade Umarizeiro – Paróquia de São Francisco de Assis – Lagoa Nova.

 

  • Execução e acompanhamento do projeto: Tecnologias Sociais para Promoção da Autonomia das Mulheres do Semiárido:
  • 16 Famílias na Comunidade Bulandeira – Paróquia de São Sebastião – Equador;
  • 30 Famílias na Comunidade São Francisco, Comunidade Quilombola Negros da Macambira e Comunidade Umarizeiro – Paróquia de São Francisco de Assis – Lagoa Nova.

  • Execução e acompanhamento da construção de biodigestor através do projeto Promoção e Defesa de Direitos na Perspectiva da Construção de Sociedades do Bem Viver, em parceria com a Cáritas Regional NE 2:
  • 01 Famílias na Comunidade Bulandeira – Paróquia de São Sebastião – Equador;
  • 03 Famílias na Comunidade São Francisco, Comunidade Quilombola Negros da Macambira e Comunidade Umarizeiro – Paróquia de São Francisco de Assis – Lagoa Nova.

Biodigestor: Tecnologia social que gera energia limpa e uma alternativa para substituir o botijão de gás.

  • Execução do Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte no Estado do Rio Grande do Norte (PPCAAM/RN)
  • O PPCAAM tem por objetivo preservar a vida das crianças e dos adolescentes ameaçados de morte, com ênfase na proteção integral e na convivência familiar. A identificação da ameaça e a inclusão no PPCAAM são realizadas por meio do Poder Judiciário, dos Conselhos Tutelares, do Ministério Público e da Defensoria Pública, caracterizados como “Portas de Entrada”, sendo estas instituições também responsáveis pela aplicação da garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes;
  • Crianças e Adolescentes sendo protegidos em alguns municípios do Estado e fora dele.

 

PRIORIDADE II: Celebrar o Dia Mundial dos Pobres em todas as Paróquias da Diocese, através de um processo de formação sobre a Doutrina Social da Igreja.

  • A Cáritas Diocesana de Caicó, através do Programa de Infância, Adolescência e Juventudes – PIAJ, vem realizando formação sobre Doutrina Social da Igreja para juventudes, a partir do DOCAT com jovens da Diocese de Caicó, Diocese de Mossoró, Arquidiocese de Natal e dos estados do Ceará e Pernambuco
  • Formação modular sobre a doutrina social da Igreja para Jovens, dividido em 10 encontros, totalizando a participação de 65 jovens de diversas diocese de paróquias;
  • Escola Diocesana de Fé e Política da Diocese de Caicó, Zilda Arns, criada com o apoio e acompanhamento da Cáritas Diocesana de Caicó, a Escola Diocesana de Fé e Política Zilda Arns, especificamente em 2021 está sendo realizada de forma remota e atualmente conta com alunos de várias regiões do Seridó Potiguar.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

PALAVRA DO BISPO

Dom Antônio Carlos Cruz Santos

Bispo Diocesano de Caicó

TUTELA DE MENORES

AGENDA DIOCESANA

SuMoTuWeThFrSa
 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

 
 « ‹set 2021› » 
×

Powered by WhatsApp Chat

× Economato