COMISSÃO PILAR DA CARIDADE REALIZA AÇÕES JUNTO ÀS PESSOAS E GRUPOS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL E ECONÔMICA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Na última Assembleia Diocesana de Pastoral, ocorrida no dia cinco (05) de dezembro de 2020, a Diocese de Caicó reunida com os representantes do Clero, religiosas, seminaristas, leigos e a Comissão Diocesana de Pastoral estudou as Diretrizes da Ação Evangelizadora do Brasil para os próximos quatro anos, 2019-2023, que se fundamentam em quatro pilares: PALAVRA, PÃO, CARIDADE E MISSÃO, e  expressa o que a Igreja quer viver nesse período.

O nosso Regional Ne 2 escolheu para ser trabalhado o Pilar da Palavra. No entanto, a nossa Diocese de Caicó, escolheu trabalhar os quatro (04) Pilares, PALAVRA, PÃO, CARIDADE E MISSÃO e para cada Pilar foi formada uma comissão para estar à frente dos trabalhos.

Todas essas comissões estão trabalhando, como é o caso da Comissão para o PILAR DA CARIDADE e  junto a Comissão Diocesana para a Ação Social e Transformadora que tem como PRIMEIRA PRIORIDADE,  consolidar a Campanha “O Seridó tem Sede de Solidariedade” na Diocese de Caicó, como gesto concreto de partilha com as Pastorais e Serviços Sociais.

VEJA O QUE JÁ ESTÁ SENDO CONCRETIZADO:

PILAR DA CARIDADE

Prioridade I: Consolidar a Campanha “O Seridó te Sede de Solidariedade” na Diocese de Caicó, como gesto concreto de partilha com as Pastorais e Serviços Sociais.

A Diocese de Caicó, através da Comissão Diocesana para a Ação Social e Transformadora, realiza ações permanentes de formação, mobilização, organização e acompanhamento às pessoas e grupos em situação de vulnerabilidade social e econômica, por meio das Pastorais, Serviços e Movimentos Sociais.

Ações da Cáritas Diocesana de Caicó:

Ação Emergencial da Diocese de Caicó: “O Seridó tem sede de solidariedade” É tempo de Cuidar. Uma campanha juntamente com as Paróquias, Pastorais e Serviços Sociais da Diocese de Caicó, para doação de cestas básicas e kits de higiene pessoal, para famílias em situação de extrema vulnerabilidade socioeconômica da região do Seridó, no contexto da pandemia do Coronavírus.

  • Foram entregues no período de 01 de abril e 24 de maio, 2.282 cestas básicas, totalizando 23.961 kg alimentos, distribuídos da seguinte forma:
  • 902 cestas – famílias acompanhadas pela Pastoral da Criança nas paróquias de Santo Estevão Diácono – Caicó, Nossa Senhora dos Aflitos – Jardim de Piranhas, Divino Espírito Santo – Ouro Branco, Nossa Senhora da Conceição – Jardim de Piranhas, São Sebastião – Parelhas, São José – São José do Seridó, Nossa Senhora da Guia – Acari, São Francisco, Imaculada Conceição e Santana – Currais Novos, São Vicente Férrer – São Vicente, São Sebastião – Florânia, Sã Francisco de Assis – Tenente Laurentino Cruz, São João Batista – Cerro Corá e Comunidade São Pedro (Paróquia de Santana – Santana do Matos – Arquidiocese de Natal);
  • 132 cestas – famílias acompanhadas pela Sociedade de São Vicente de Paulo (Vicentinos) e Associação Internacional de Caridade (AIC), na paróquias de Nosso Senhora de Fátima, São José, Santa Cruz, São Francisco e Santo Estevão Diácono em Caicó;
  • 89 cestas – catadores e catadoras de materiais recicláveis das São Sebastião de Jucurutu, Nossa Senhora da Guia – Acari, Santana – Santana do Seridó, Santa Cruz e São Francisco – Caicó;
  • 200 cestas – famílias da Diocese de Mossoró (cidades de Pilões, Serrinha dos Pintos, Alexandria e Mossoró);
  • 500 cestas – famílias da Arquidiocese de Natal (Nísia Floresta, Ceara-Mirim, Natal e João Câmara);
  • 62 cestas – famílias acompanhadas pela Casa de Apoio aos Portadores de Câncer do Grupo Reviver em Caicó.
  • 30 cestas – famílias acompanhadas pela Associação Das Pessoas Com Deficiência e Amigos de Caicó (APDAC);
  • 25 cestas – famílias acompanhadas pela de Paróquia de São José – Caicó;
  • 70 cestas – famílias acompanhadas pela de Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios – Cruzeta;
  • 50 cestas – famílias acompanhadas pela Paróquia São João Batista – Cerro Corá;
  • 25 cestas – famílias acompanhadas pelo CRAS – Paróquia de São José – São José do Seridó;
  • 50 cestas – famílias acompanhadas pela Paróquia de Nossa Senhora do Ó – Serra Negra do Norte
  • 25 cestas – famílias acompanhadas pela acompanhadas pelo CRAS – Paróquia de Nossa Senhora da Conceição – Jardim do Seridó;
  • 05 cestas – Abrigo de Pessoa Idosas – Palácio da Sabedoria – Paróquia de São José – São José do Seridó;
  • 72 cestas – Catequistas das Paróquias de: Nossa Senhora dos Remédios – Cruzeta, Nossa Senhora da Guia – Acari, Santana – Currais Novos, Nossa Senhora do Ó – Serra Negra do Norte, Nossa Senhora dos Aflitos – Jardim de Piranhas, São Sebastião – Equador, São Sebastião – Parelhas, São Francisco de Assis – Lagoa Nova, São João Batista – Cerro Corá, Nossa Senhora do Patrocínio – São Fernando;
  • 20 cestas – Grupo de Mulheres Flor de Cactus – João XXIII – Paróquia de São Francisco – Caicó;
  • 11 cestas – Grupo de Mulheres Flores do Seridó – Frei Damião – Paróquia de Santa Cruz – Caicó;
  • 15 cestas – Grupo de Mulheres do Itans – Paróquia de Santo Estevão Diácono;
  • 59 cestas – famílias da cidade de Caicó que procuraram ajuda no Centro Pastoral Dom Wagner;
  • 15 cesta – Grupos de Artesãs de Currais Novos – Paróquia da Imaculada Conceição.

  • Acompanhamento técnico apoio há 16 grupos, totalizando 200 catadores e catadoras de material recicláveis: nas cidades de: Caicó, Parelhas, Currais Novos, Santana do Seridó, Lagoa Nova, São José do Seridó, Carnaúba dos Dantas, Jardim do Seridó, Jardim de Piranhas, Ipueira, Jucurutu, Bodó, Cerro Corá, Florânia, Ouro Branco e Acari.

  • Entrega de 60 Cesta Básica a Grupos/Comunidades Ciganas, totalizando 661 kg de alimentos:
  • 05 cestas – Paróquia de São Vicente Ferrer – São Vicente;
  • 10 cestas – Paróquia de São Sebastião – Florânia;
  • 18 cestas – Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios – Cruzeta;
  • 12 cestas – Paróquia da Imaculada – Currais Novos;
  • 18 cestas – Paróquia de São Sebastião – Equador.

  • Acompanhamento de 06 Grupos de Mulheres:
  • Comunidade Quilombola Negros da Macambira, Comunidade São Francisco e Comunidade Umarizeiro – Paróquia de São Francisco de Assis – Lagoa Nova;
  • Grupo de Mulheres Flor de Cactus – João XXIII – Paróquia de São Francisco – Caicó;
  • Grupo de Mulheres Flores do Seridó – Frei Damião – Paróquia de Santa Cruz – Caicó;
  • Grupo de Mulheres do Itans – Paróquia de Santo Estevão Diácono.

  • Execução e acompanhamento do programa de Aluguel Social para Mulheres em Situação de Violência, Famílias em Situação de Rua e Famílias Refugiadas, Apátridas e Migrantes, totalizando 96 famílias, distribuídas da seguinte forma:
  • 04 Mulheres em Situação de Violência, nas cidades de Caicó, Natal e Parnamirim;
  • 56 Famílias em Situação de Rua, nas cidades do Natal e de Parnamirim;
  • 36 Famílias Refugiadas, Apátridas e Migrantes, nas cidades do Natal e de Mossoró.

  • Execução e acompanhamento do projeto: Tecnologias Sociais para Promoção da Autonomia das Mulheres do Semiárido:
  • 16 Famílias na Comunidade Bulandeira – Paróquia de São Sebastião – Equador;
  • 30 Famílias na Comunidade São Francisco, Comunidade Quilombola Negros da Macambira e Comunidade Umarizeiro – Paróquia de São Francisco de Assis – Lagoa Nova.

 

  • Execução e acompanhamento do projeto: Tecnologias Sociais para Promoção da Autonomia das Mulheres do Semiárido:
  • 16 Famílias na Comunidade Bulandeira – Paróquia de São Sebastião – Equador;
  • 30 Famílias na Comunidade São Francisco, Comunidade Quilombola Negros da Macambira e Comunidade Umarizeiro – Paróquia de São Francisco de Assis – Lagoa Nova.

  • Execução e acompanhamento da construção de biodigestor através do projeto Promoção e Defesa de Direitos na Perspectiva da Construção de Sociedades do Bem Viver, em parceria com a Cáritas Regional NE 2:
  • 01 Famílias na Comunidade Bulandeira – Paróquia de São Sebastião – Equador;
  • 03 Famílias na Comunidade São Francisco, Comunidade Quilombola Negros da Macambira e Comunidade Umarizeiro – Paróquia de São Francisco de Assis – Lagoa Nova.

Biodigestor: Tecnologia social que gera energia limpa e uma alternativa para substituir o botijão de gás.

  • Execução do Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte no Estado do Rio Grande do Norte (PPCAAM/RN)
  • O PPCAAM tem por objetivo preservar a vida das crianças e dos adolescentes ameaçados de morte, com ênfase na proteção integral e na convivência familiar. A identificação da ameaça e a inclusão no PPCAAM são realizadas por meio do Poder Judiciário, dos Conselhos Tutelares, do Ministério Público e da Defensoria Pública, caracterizados como “Portas de Entrada”, sendo estas instituições também responsáveis pela aplicação da garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes;
  • Crianças e Adolescentes sendo protegidos em alguns municípios do Estado e fora dele.

 

PRIORIDADE II: Celebrar o Dia Mundial dos Pobres em todas as Paróquias da Diocese, através de um processo de formação sobre a Doutrina Social da Igreja.

  • A Cáritas Diocesana de Caicó, através do Programa de Infância, Adolescência e Juventudes – PIAJ, vem realizando formação sobre Doutrina Social da Igreja para juventudes, a partir do DOCAT com jovens da Diocese de Caicó, Diocese de Mossoró, Arquidiocese de Natal e dos estados do Ceará e Pernambuco
  • Formação modular sobre a doutrina social da Igreja para Jovens, dividido em 10 encontros, totalizando a participação de 65 jovens de diversas diocese de paróquias;
  • Escola Diocesana de Fé e Política da Diocese de Caicó, Zilda Arns, criada com o apoio e acompanhamento da Cáritas Diocesana de Caicó, a Escola Diocesana de Fé e Política Zilda Arns, especificamente em 2021 está sendo realizada de forma remota e atualmente conta com alunos de várias regiões do Seridó Potiguar.